Os benefícios do design Biofílico no varejo

A Biofilia é conhecida por muitas pessoas, mesmo sem saber o termo. Bio significa vida e philia significa amor, ou seja, amor pela vida. Nós temos uma conexão inata com a natureza e uma ligação emocional genética das centenas de milhares de anos que sobrevivemos e prosperamos no mundo natural. Como nosso habitat mudou do mundo natural para o mundo construído, precisamos achar soluções para criar um ambiente construído saudável, estabelecendo uma experiência satisfatória com a natureza dentro desses espaços.

Compreendendo os benefícios deste contato direto com a natureza de uma forma científica, surge o conceito do design biofílico: uma metodologia de design para criar um habitat saudável e de cura para as pessoas e o mundo natural. O design biofílico promove trazer a experiência da natureza para o ambiente construído, através de algumas estratégias de design como, por exemplo, a vegetação, a luz natural e materiais naturais.

A incorporação dos princípios e estratégias de design biofílico nos espaços de varejo pode ter efeitos positivos sobre clientes e funcionários durante suas compras e experiência de trabalho. Uma atmosfera mais confortável e relaxante cria um clima positivo, ajudando a ter funcionários mais motivados e produtivos e clientes com maior bom humor, aumentando o número de vendas.

Hoje com ascensão das compras online, o setor de varejo precisa repensar a experiência do cliente para atraí-lo para a loja física. Semelhante ao setor de hospitalidade, o design do espaço de varejo serve como uma função prática de marketing, segundo o relatório The Economics of Biophilia.

Vegetação

Há evidências de que os consumidores provavelmente comprarão mais mercadorias em lojas com vegetação natural. Além disso, os clientes de varejo julgam que as empresas cercadas por natureza e por características naturais são dignas de preços até 25% mais altos. A incorporação de plantas e hortaliças em um espaço de varejo pode ajudar a filtrar poluentes e equilibrar as diferenças de umidade no ar. Garantir uma boa qualidade do ar pode melhorar o bem estar físico do cliente, minimizando problemas de saúde, incluindo problemas respiratórios, reduzindo o absenteísmo da equipe e aumentando os níveis de satisfação do cliente.

Luz do dia

A luz natural tem uma série de benefícios para os seres humanos. Sincroniza nosso ritmo circadiano, responsável pela regulação metabólica, melhorando nosso humor e sono. Os clientes expostos à luz natural em um ambiente de varejo perceberão sua experiência mais positivamente do que se o espaço não tivesse luz do dia. Uma investigação recente sobre a relação entre luz do dia e desempenho humano indica que as vendas são 40% maiores nas lojas com claraboias. O estudo analisou os dados de desempenho de vendas de 108 lojas quase idênticas de uma rede varejista.

Materiais naturais

Os materiais orgânicos, como a madeira natural, têm uma qualidade calmante e restauradora, provocando respostas visuais e táteis positivas, que poucos materiais artificiais podem replicar. Os materiais naturais demonstram reduzir o estresse e aumentar as interações sociais, tornando a experiência de varejo mais convidativa, tranquila e conectada à natureza.

De acordo com o relatório The Economics of Biophilia:

  • O efeito restaurador e calmante da natureza ajuda a atrair compradores para as lojas e cria emoções positivas ao fazer uma compra;
  • A percepção dos compradores sobre o valor do produto se alinha com a quantidade de vegetação dentro do espaço;
  • É mais provável que os compradores passem mais tempo na loja;
  • É mais provável que os compradores aceitem preços mais altos;
  • A loja iluminada pela luz do dia pode aumentar significativamente as vendas em 15 – 20%.

Segundo o estudo Saúde, Bem-Estar e Produtividade no Varejo – O impacto das construções verdes nas pessoas e no lucro, publicado pelo World Green Building Council, ambientes naturais ​​levam a ganhos de produtividade, melhores métricas de varejo e pessoas mais felizes, o que, por sua vez, reforça que a abordagem do design biofílico é a chave para projetarmos ambientes mais saudáveis e com maior bem-estar.

O design biofílico também pode afetar a maneira como os clientes percebem os produtos em exibição. Se os produtos são enquadrados com objetos que evocam emoções positivas e calmantes, como plantas, luz natural e texturas naturais, os clientes percebem os produtos de uma maneira mais positiva e se sentem mais inclinados a comprá-los.

É preciso lembrar que os espaços são feitos fundamentalmente para as pessoas. Os ambientes de varejo devem provocar sensações de bem estar, incentivando os compradores a ficarem mais tempo e a visitá-los com frequência porque adoram estar lá. Projetar um lugar com acesso à vegetação natural, a abundante luz natural e materiais naturais são apenas alguns dos muitos elementos biofílicos que têm efeitos positivos para os varejistas e seus clientes, tornam o lugar digno de um ‘momento Instagramável.

O design biofílico ajudará seu cliente a relaxar e a sua empresa prosperar. É uma solução para aprimorar as qualidades físicas de um espaço de varejo, com amplos benefícios psicológicos e econômicos para clientes e empregadores.

Loja Innisfree, projetada por SOFTlab em Seoul. Empresa de cuidados da pele que usa folhas de chá verde em quase todos os seus produtos. Uma estrutura central de folheado de madeira de carvalho branco é configurada em uma estrutura tipo treliça. Elementos semelhantes a pétalas feitos de papel reciclado de embalagens revestem as superfícies verticais. O padrão permite que a luz do teto de vidro da estufa se infiltre na loja.
New Seasons Market, rede de supermercados em Portland, Oregon, projetado por GBD e Holst Architecture. Elementos biofílicos como materiais naturais, vegetação e espaços ao ar livre. O pátio é um poderoso espaço de transição interior-exterior, estimado por sua beleza e pelo local de relaxamento.

Por Arq. Bia Rafaelli Casaccia

Arquiteta

Deixe seu comentário